Ao utilizar este site, concorda com a política de cookies.

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75

CBD vence Taça APS/APAA de Sub15

FF Sub15 0

FF Sub15 0
No passado domingo, em Grândola, os Sub15 do CDB levantaram a Taça APS/APAA. As duas equipas algarvias - CDB e HCP - fizeram-se acompanhar de HC Vasco da Gama e GD Sesimbra, para decidir o vendedor da competição. Em dois jogos muito intensos, os nossos jovens hoquistas conseguiram vencer ambos por um golo de diferença, o que valorizou ainda mais a nossa conquista. As quatro equipas presentes estão de parabéns, já que proporcionaram momentos de hóquei bem jogado e indefinição nos resultados.

 

 

CD Boliqueime 3 - 2 HC Portimão

Na primeira meia final defrontaram-se os primeiro e quarto classificados da I Fase. A diferença de pontos existente entre as duas equipas não foi o reflexo do se se passou neste jogo. Um HC Portimão bastante astuto entrou em campo, com o claro objetivo de contrariar o favoritismo do CDB. E não foi preciso muito tempo para se concretizar essa superioridade inicial. Aproveitando a desconcentração boliqueimense, o HCP adiantou-se no marcador. O CDB não reagia bem ao jogo intenso do adversário, mas conseguia equilibrar com o passar dos minutos. Diogo Cavaco empatou a meio da primeira parte, resultado que se manteve até ao intervalo, muito por culpa dos dois guarda redes. Na segunda parte, o nosso adversário não conseguiu fazer tanta diferença inicial e defendeu mais tempo. Foi então a vez de Santiago Eusébio fazer a diferença na finalização, com dois golos (3-1). O jogo parecia bem encaminhado para os axadrezados, mas o 3-2 de Lucas Monteiro veio baralhar novamente as contas. Os portimonenses ganharam fôlego e deram tudo em prol do empate. O setor recuado da nossa equipa, bem como o ferro da baliza, ajudaram ao desfecho final (3-2).

 

 

CD Boliqueime 4 - 3 HC Vasco da Gama

Para a final estava reservado o momento alto do dia, o melhor jogo de todos. Depois de vencer o GD Sesimbra por 5-2, os vascaínos encontravam o CDB na luta pela Taça. No último confronto entre estas equipas, os de Sines tinham levado a melhor, mostrando uma estratégia superior. Não foi o que aconteceu desta vez. A equipa liderada por António Ramos e Nuno Dias surgiu transfigurada da manhã para a tarde, no que diz respeito à atitude competitiva. Desde os primeiros minutos que os nossos jogadores pegaram no jogo, surpreendendo um pouco o seu adversário. A pressão alta vascaína não funcionava e as primeiras bolas de perigo surgiram na baliza amarela, o que colocou em sentido o nosso opositor. Foi Diogo Cavaco quem fez as honras com dois golos, pelo meio um golo anulado a Santiago. Foi o cartão de visita inicial do CDB (2-0). Os de Sines não baixaram a guarda e lutaram, como é seu hábito. O 2-1 ainda antes do intervalo deixou o resultado em aberto. Na segunda parte, esperava-se uma entrada forte do HCVG, mas a equipa optou por uma toada mais lenta, trocando mais a bola. Os algarvios continuavam motivados e José Bengala finalizou para o 3-1. Era o melhor período da nossa equipa, já que nos momentos seguintes o guarda redes contrário teve de se opor para manter a sua equipa em jogo. Obviamente que as coisas não estavam resolvidas e o Vasco apertou mais na pressão. Melhor fisicamente, os de Sines recuperaram várias posses de bola no nosso meio campo e conseguiram marcar por duas vezes, empatando a 3. Estava tudo como no início. Havia cautelas a ter e as equipas sabiam que qualquer erro seria fatal. Foi então que a sorte caiu para o nosso lado. Uma boa jogada de ataque resultou num desvio, auto golo que nos dava o 4-3. Nos momentos finais, a bola rondou bastante a nossa área, com remates de todo o lado. Foi necessária muita concentração, coração e um Rodrigo Rodrigues que corou com segurança uma exibição que já vinha a ser excecional. Estão de parabéns todos os atletas, pois ofereceram ao público presente um excelente jogo de hóquei, leal e com muito fair play.

A festa da nossa equipa começou em Grândola, mas só terminou em Boliqueime, onde tinha uma receção preparada. Muitos parabéns a todos.

 

FF Sub15 1
FF Sub15 1
FF Sub15 2
FF Sub15 2
 FF Sub15 3
FF Sub15 3
 FF Sub15 4
FF Sub15 4
 FF Sub15 5
FF Sub15 5
 FF Sub15 6
FF Sub15 6

 

 

CLASSIFICAÇÃO - FINAL FOUR

Class.  
CD Boliqueime
HC Vasco da Gama
GD Sesimbra
HC Portimão

 

Para a história ficam os nomes que conduziram o nosso clube a esta conquista:

Equipa Técnica - António Ramos e Nuno Dias

Jogadores - Lara Duarte (GR), Sebastião Felício (GR), Rodrigo Rodrigues (GR), Manuel Bota, Alexandre Viegas, Rita Matreno, Diogo Cavaco, Santiago Eusébio, Carolina Molha, José Bengala, Tiago Dias e Bernardo Apolónia

Diretores - Pedro Dias e Tiago Eusébio

Socorristas - Andreia Rodrigues e Desidério Silva

 

 

 

  • Acessos: 295